Existem dois tipos de SEOOn-Page e Off-Page. O primeiro é aquele que se realiza dentro do site através dos artigos, meta-descrições, tags, etc. O segundo é aquele que se realiza, principalmente, através de links ao nosso site. Hoje vou explicar alguns conceitos básicos que são necessários entender no SEO On-Page para assim melhorar o posicionamento do seu site no Google.

hand-sketchingConteúdo: é importante?

É um dos factores chaves para uma boa optimização. O conteúdo dum site varia de um para o outro, mas a sua organização tem de ser sempre coerente e seguir algumas regras.

Primeiramente o conteúdo tem de incorporar as palavras-chave que queremos destacar e posicionar. Por isso é conveniente fazer um estudo prévio das palavras-chave. Para saber mais sobre as palavras-chave convido-o a ler este artigo.

O conteúdo tem de ter uma organização lógica: títulos H1, H2, H3 intercalados com texto, palavras-chave, links, vídeos e imagens. Além disso, temos de ter em atenção que não se repita nada na medida do possível. Um dos maiores erros é repetir a palavra-chave vezes sem conta. Não o faça: use sinónimos.

Estou a tomar nota.

Tenha em atenção aos links que integre nas páginas, e comprove se seguem funcionando ou não.

link-buildingURL

As URL são muito importantes aos olhos do Google. É por isso que têm de ser amigáveis. Para isto deve simplificar a URL e integrar sempre a palavra-chave que quereira posicionar.

No seguinte exemplo pode ver uma URL bem otimizada, e outra não tão bem otimizada:

URL DomingoGomes URL Sapo

polygraphyImagens

As imagens e outro tipo de conteúdo multimédia podem ser identificadas por Google. Para isso temos de recordar que as imagens também tem uma descrição, um texto alternativo e um título. Se completarmos todas as descrições não só conseguiremos mais visitas através de Google Imagens, se não que também posicionaremos muito melhor.

Outro aspecto muito importante das imagens é o seu tamanho. Imagens muito pesadas tornam o site lento e pouco atrativo. Deve otimizar sempre as imagens com algum programa online como Canva, ou offline como GIMP ou Photoshop.

codingLinks internos

Quando o robot do Google analisa o seu site, ele entra nos links que estiverem na página. É por isso que o linkbuilding é tão importante, mas o Internal Linking também, porque permitirá que várias das nossas páginas sejam lidas por Google.

Além de melhorar o nosso posicionamento, permite aos leitores entrarem noutros artigos que tenhamos e que se relacionem de alguma forma com o que estiverem a ler. Os links internos melhoram o SEO, aumentam o tempo de permanencia e o número de páginas de um site.

mobile-responsiveSite adaptado a terminais móveis

Vivemos num tempo em que cada vez mais entramos nos sites através dos nossos smartphones ou tablets. Google também está em constante evolução e premia a todos aqueles que se adaptam às novas tendencias.

Ter um site responsive e adaptado aos dispositivos móveis é uma mais valia hoje em dia. Tudo o que vimos anteriormente, se não estiver adaptado a estes terminais perdesse, e com isso os nossos leitores e reputação. No ano 2016 não ter um site otimizado para terminais móveis é uma grande nota negativa no SEO On-Site.

Existem imensos temas em ThemeForest que já estão otimizados para isto. Além disso, os próprios temas gratuitos de WordPress também. Mas se não gosta de nenhum, ou não quer gastar dinheiro comprando um tema premium, sempre tem a opção de instalar algum plugin para transformar o seu site em responsive. Eis dois que recomendo:

  • Jetpack – é um plugin muito completo que permite, entre outras coisas, adaptar um site a uma versão mobile. O único incoveniente é que muito pesado, e se não tiver um bom hosting, pode deixar o seu site lento.
  • WPTouch – é um plugin simples e rápido de utilizar.

clean-codeOtimização do código

Dois aspetos a ter em consideração são as etiquetas Tittle e Description. Estas duas etiquetas são as mais importantes. Sabe porquê? Porque são as que aparecem nas procuras que realizamos no Google.

O objetivo da etiqueta Tittle é a de presentar o título da nossa página ou artigo. É por isso que deve ser original e deve conter a palavra-chave que queira posicionar.

Na etiqueta Description, como pode imaginar, deve fazer um breve resumo daquilo que o utilizador pode encontrar se clicar aqui.

Mas… Quer saber um truque que pode ajudar-lhe a conseguir mais visitas?

Além das etiquetas é necessário tem em atenção ao sitemap.xml e ao ficheiro robot.txt. O primeiro serve para melhorar a indexação da página avisando aos browsers que podem rastrear as nossas URL’s. O segundo é um ficheiro que serve para dar indicações ao Google do que queremos ou não que se indexe.

O último factor a ter em consideração é a velocidade do site. Mas para isto, convido-o a ler este artigo onde dou algumas dicas sobre como medir e melhorar a velocidade de um site.

seo-on-page

 

CMYK-paletteComo melhorar o SEO On-Site

Se leu o artigo até aqui já sabe como melhorar o seu site. Mas mesmo assim, dou-lhe algumas dicas praticas:

  • Ter uma guia de estilo: isto o ajudará não só a dar indicações às outras pessoas que escrevam no seu blog, mas também a manter uma coerência nas suas publicações e a não se esquecer de alguns aspectos importantes a ter em consideração na hora de publicar um post ou uma página.
  • Pensar na experiência do utilizador: no meu caso em particular gosto muito de incorporar GIF’s nos meus artigos porque conseguem transmitir uma ideia de uma forma muito mais forte ao leitor. Um texto sem imagens, vídeos, GIF’s ou outra qualquer forma de interação diferente do texto cansa ao leitor. Pense sempre como se fosse um leitor e seja critico com o seu conteúdo.
  • Criar conteúdo único e útil: um conteúdo com um propósito e utilidade terá sempre visitas e ajudará aos leitores naquilo que pocuram. Além de ser útil, tem de ser único, já que é a diferença que fará aos utilizadores optar por si e não por outro site com o mesmo tipo de conteúdo.
  • Saber posicionar as palavras-chave: além de escrever para o utilizador, pense também no Google. Saber colocar as palavras-chave donde devem de estar podem ajudá-lo a ter mais visitas. Como? Graças a uma boa optimização do SEO. Para isto recomendo também que utilize o Plugin de SEO by Yoast.
  • Verificar a URL antes de publicar qualquer post ou página: depois de publicar um artigo, este pode ser partilhado, e caso a URL mude, pode originar o erro 404. Pode ter uma página para este erro muito bonita, mas mesmo assim, muitos erros destes não são positivos para o SEO.
  • Cuidado com os erros 404: para analisar as páginas web com estes erros, o melhor será que utilize o software de Screaming Frog, gratuito e muito potente. Depois, para corrigir utilize o plugin Broken link Checker.
  • Reduzir o tamanho e comprimir as imagens: sempre que for possível há que optimizar as imagens que subimos ao site reduzindo o seu tamanho e a qualidade de uma forma otima, isto é, de forma a que não perdam qualidade e possam ser carregadas rapidamente. Antes de subir as fotos pode utilizar programas como o Photoshop, ou o GIMP (gratuito). Se utilizar WordPress pode instalar WP Smush, um plugin que comprime um pouco o tamanho das imagens que são carregadas no site.

Espero que tenha gostado. Não se esqueça de por em pratica estes conceitos no seu site.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Se gostaste, partilha!Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on TumblrBuffer this page